Fork me on GitHub

Grupo de desenvolvedores de PHP do estado de São Paulo
Próximos encontros e eventos? Visite a página do PHPSP no Meetup

PHPSPCast #8: Frameworks – O que são e porque usar?

Por em em PHPSPCast

A equipe do PHPSPCast finalmente consegue fugir de seu cativeiro e voltam para discutir um dos assuntos mais pedidos: Frameworks. O que são frameworks e qual o pale deles no seu trabalho dia dia a dia? Vamos conversar nesta edição sobre todos aspectos de um framework, vantagens e desvantagens. Assim abriremos espaço para discutir cada framework de forma independente em futuros podcasts.

Frameworks tem diferentes formatos e tamanhos, pra isso chamamos nosso amigo Guilherme Blanco, renomado desenvolvedor do Doctrine, um framework para ORM.

Links

Escute!

[display_podcast]

Assine!

Assine o PHPSPCast: http://feeds2.feedburner.com/phpspcast

No iTunes:

Quer assinar o PHPSPCast em seu iTunes? Clique aqui e saiba como assinar pelo iTunes ou fazer o download pelo iPhone/iPod!

Recados!

Elogios, críticas, sugestões, dúvidas ou #fail sobre este episódio? Idéias, temas e dúvidas para o próximo PHPSPCast? Mande email para phpspcast@phpsp.org.br ou um recado de voz para phpspcast@phpsp.org.br pelo Google Talk.

Tags: , , ,

Sobre Rafael Dohms

Rafael Dohms é um Evangelista PHP e membro ativo da Comunidade PHP. Ele ajudou na fundação de dois Grupos de Usuários de PHP ao longo do tempo e hoje compatilha a coordenação do PHPSP. Desenvolvedor, gamer e apaixonado por código ele também é host do primeiro podcast de PHP do Brasil: PHPSPCast. Atualmente ele trabalha na equipe SWAT do grupo MIH, uma equipe de experts que fornecem conhecimento técnico para o grupo além de trabalhar com P&D buscando novos nichos da internet e tecnologia. Seu papel como Desenvolvedor Sênior é codar, treinar e auxiliar outras empresas e se divertir enquanto faz isso.

Mais posts de .

  • Achei interessante vocês falarem da relação custo de aprendizagem x produção.

    Utilizo o Codeigniter como Framework e acho muito produtivo, vou estudar mais o Zend Framework pra ver o quão produtivo ele pode ser em relação ao CI.

  • Mario Garcia

    Poxa tomará que voltaram para mais uma serie de cast, aprendi algumas dicas bacana com vcs. boa sorte a tds e sucesso!

  • Legal o podcast. Concordo com muita coisa, mas principalmente com 2 pontos:
    – todo bom developer precisa pelo menos ter participado em parte de um projeto open source direta ou indiretamente (meu caso)
    – ZF nao ‘e uma boa framework para quem esta iniciando, alias, e’ extremamente complicada para quem esta iniciando. Nestes casos sugiro muito o uso do cakephp que ‘e mil vezes mais simples e e’ uma otima framework.

    http://mcloide.wordpress.com
    PHP Series – http://www.amazon.com/gp/product/0557374022/
    PHP Series (pdf) – http://www.lulu.com/product/file-download/php-series—the-encore-beginner-version/6499638
    PHP5 Zend Certified Engineer

  • Juan Basso

    Gostei bastante do podcast! Acho que framework não é para sobrinhos, mas infelizmente são eles que acabam queimando a reputação de qualquer framework. Acho que todos os principais framworks (Zend, Cake, Symphony, CI, Yii, etc) são muito bem feitos. Acho que não é possível dizer que um é melhor ou pior que outro. Cada um tem um estilo diferente (não, a Renner não tem um que se adapte pra mim).

    Achei muito legal enfatizarem a parte de contribuir pra projetos open source! Eu sou uma prova que isso ajuda. Sempre apoei, usei, tentei contribuir na medida do possível com projetos que eu achava legal. Achei o Cake um framework legal e contribui tanto que o pessoal me chamou para participar do core. Não sou o lider, é claro, mas vejo que realmente um lider faz a grande diferença e como os outros desenvolvedores te ajudam a melhorar profissionalmente. Além da questão técnica, o mercado de trabalho muda, e muito! Hoje recebo convites das mais diversas empresas para trabalhar não só com Cake, mas com PHP em geral. Acho muito bacana o modo que o que eu contribui para aprender e ver “a criança desenvolver” resultou para minha vida pessoal e profissional.

    A propósito, podem contar comigo pro “internet redonda” sobre frameworks.

    Abraços e bom trabalho.

  • Sentiamos falta do PHPSPCast, antes tarde do que nunca, sempre digo.
    Alias excelente pauta, o cast ficou excelente como sempre.

    A parte de contribuição foi de grande valia. Esperamos o próximo ou próximos sobre cada framework.

    Abraços.

  • André

    Hoje vou ouvir ele logo pela manhã no trabalho, por coincidência ontem(26) estávamos discutindo sobre frameworks lá hahahahaha

  • Muito bom!
    Antes tarde do que nunca :D 

  • Muito legal o cast, tomara que a voltem a publicar pelo menos mensalmente.. é uma ótima fonte de informação e muito agradavel de se ouvir.

  • Isso pode ajudar a pessoa que falou que Django é um CMS entender o que é um CMS http://groups.google.com/group/django-brasil/browse_thread/thread/f36b7e24e3f7457

  • Leandro Reis

    Complementando, acho que foi o blanco, que disse que o importante é a aplicação estar no ar e depois você performa à quantidade de usuários. Realmente, como citado no exemplo o twitter, não há como prever uma mega hiper massa de requisições e usuários, mas no meu ponto de vista, TODA APLICAÇÃO deve ser desenvolvida e preparada pensando em receber uma mega hiper massa de requisições e usuários. Entretanto, esta preocupação não deve engessar seu projeto, mas quanto mais experiência e vivência tiver, mais escalável teu software irá ser. 

  • Pingback: PHPSPCast: Episode # 8 – Frameworks – Was sind sie und warum sie verwenden? | PHP Boutique()

  • Fábio Ribeiro

    Ótimo cast, demorou bastante para publicar. Mas o cast está sensacional!

  • Finalmenteeee!!! hehehe

  • Pingback: PHPBlogs» Blog Archive()

  • Leonardo Cesar Teixeira

    Excelente podcast! Vocês abordaram assuntos muito importantes que inclusive eu que já utilizo frameworks há algum tempo tinha dúvidas a respeito.

    Um dos principais motivos que me faziam pensar duas vezes antes de usar um framework era a questão da performance, mas como vocês bem disseram, se for pensar só por esse lado não poderiamos nem utilizar o PHP, que é construído em cima de outra linguagem.

    Eu particularmente já trabalhei um tempo com CakePHP, CodeIgniter e agora estou trabalhando só com o ZF, com o qual mais me identifiquei.

    Postei o link do podcast lá no fórum do iMasters, onde muita gente tem dúvidas sobre o assunto: http://forum.imasters.com.br/forum/119-artigos-tutoriais-e-materias-php/

    Um abraço!

  • Danilo Morães

    Pessoal, achei o podcast muito bom, mas tenho algo a discordar. Os frameworks Cake, Zend, CodeIgniter e outros, todos eles seguem uma variação de MVC (ou ao menos a incentivam). Essa variação vem do Cocoa que é um pouco diferente do MVC utilizado pela Sun. HMVC é algo que o CodeIgniter começou a implementar agora e já disponibilizava uma solução com Modular Extensions. Trata-se de separar o software em conjuntos de micro softwares em MVC.

    Gostaria de entender a visão de vocês sobre MVC e HMVC e se estou errado, gostaria de alguma bibliografia.
    Abraço!

  • Guilherme Blanco

    @02fc7943e7ef7febe75e29583330584c:disqus MVC eu precisaria explicar?

    Bom, vou me ater ao HMVC e explicar de uma forma bem rústica. HMVC nada mais é que a construção de um Presentation baseado na geração de múltiplas chamadas a MVCs.

    Ok, vou tentar explicar de uma outra forma.

    HMVC nada mais é que uma especialização de PAC (Presentation Abstraction Control), cuja definição remete à geração de um Presentation pela agregação das respostas da execução de uma hierarquia de agentes. Cada agente é responsável pela sua própria execução e comunicação do trio entre si (Presentation seria o View, Abstraction seria o Model e Control seria o Controller). Além disso, cada agente poderia se comunicar com outros agentes. O grande benefício dos agentes executarem de forma total encapsulada, é o fato que em um sistema multithread, vc poderia chamar cada agente (tb chamado de tríade) e cada thread, mantendo a comunicação atraves de signal slots ou até mesmo eventos, desde que a comunicação sempre seja feita através do Control.

    Um bom exemplo de HMVC seria o PureMVC, pois um MacroCommand poderia ser o Presentation e vc poderia deixar o SimpleCommand, Mediator e ViewComponent operando como um agente.

    Ficou mais claro agora?

  • João Claudio Moro

    muito bom como sempre!!!

    aguardando entrevista com core/colaboradores de outros frameworks, pra saber sei la.. como/quando usar determinado framework, entender arquitetura/organização de arquivos/diretórios… fluxo de informações… dados…. responsabilidades… design patterns usados em cada solução específica do framework… até quem sabe como foi implementado cada parte do framework…

    nem que demore.. estarei aguardando =D

    muito obrigado pelos podcasts!

  • Bruno Nardini

    Ninguém mencionou o Yii Framework. Qual a opinião de vocês sobre o Yii Framework?